Fibrilação atrial aguda na emergência: como tratar?


A fibrilação atrial aguda é definida como aquela com tempo de duração inferior a 48 horas. Precisamos ter certeza do início da arritmia! Sempre que não tiver certeza, abordar como tempo indeterminado, onde há a necessidade de exclusão da possibilidade de trombo atrial.

Na emergência, a fibrilação atrial aguda geralmente ocorre por algum gatilho (álcool, drogas, cafeína, stress...). As opções terapêuticas estão listadas na figura abaixo:

Henrique Thadeu Periard Mussi

Professor do curso Plantão Médico

Titulo de especialista em Cardiologia SBC

Professor de Propedêutica - Estácio de Sá

Professor substituto de Cardiologia UFRJ 2014-2016.

Mestre em Ciências Médicas pela UERJ

#fibrilaçãoatrialaguda #amiodarona #propafenona #metoprolol

Posts Em Destaque